v9q4t6fuw96carh2767v4vmt20xu3s

Energia Solar para condomínios: sistemas mais eficientes

Blog Anet - condomínios

Será que é possível um condomínio gerar a própria energia e, com isso, ter mais economia? Essa é uma dúvida recorrente e a resposta é: sim. Os condomínios podem sim produzir a própria energia e melhorar a qualidade de vida de todos os seus moradores. Estamos falando da Energia Solar para condomínios.

Um grande vilão dos condomínios (a conta de luz) pode ter seus dias contados. Desde 1º de março de 2016, quando entrou em vigência a Resolução Normativa da ANEEL 687/2015, todos os empreendimentos com diversas unidades consumidoras, caso dos condomínios, passaram a ter apoio para a geração da própria energia. Com isso, tornou-se praticável a instalação de placas solares para diminuir consideravelmente o gasto com eletricidade.

Com os avanços e custos cada vez mais acessíveis, o uso da energia solar fotovoltaica em condomínios se torna uma grande oportunidade. Sendo assim, conheça mais sobre o preço da energia solar, qual economia é possível alcançar e as vantagens da energia solar para condomínios.

Quais os principais benefícios da Energia Fotovoltaica para condomínios

Todos os benefícios da Energia Fotovoltaica se aplicam também para o caso dos condomínios. E com uma vantagem extra: o investimento inicial poderá ser compartilhado entre os moradores, o que tende a deixar a aplicação individual bem menor, se comparada com a aquisição única dos equipamentos. Confira a seguir os principais benefícios:

  • Economia de até 95% da conta de luz.
  • Possibilidade de instalar um único sistema e gerar energia também para outros imóveis.
  • Retorno do investimento. A economia que o sistema proporciona garante o retorno do montante inicial.
  • Longa vida útil da placa fotovoltaica, que pode ultrapassar os 25 anos.
  • Imunidade às altas tarifas, variações de bandeira e aumentos periódicos.
  • Valorização do imóvel.
  • Energia limpa e renovável – bom para o meio ambiente.

No caso dos condomínios, a redução da conta de luz pode ter impacto direto na taxa que todos os moradores pagam mensalmente. Com isso, os benefícios são amplificados.

Como é a geração de Energia Solar em condomínios

Há boas opções de instalação da energia fotovoltaica em condomínios verticais, horizontais e comerciais. Com elas, espaços antes inutilizados propiciam a geração da própria energia. E as possibilidades são muitas. O que todas têm em comum é uso dos painéis fotovoltaicos para a geração de eletricidade. O que mais varia é a maneira e divisão dessa energia.

Por exemplo, é possível instalar a energia solar somente para a área comum dos condomínios. Ou gerar energia que será compartilhada com todos os condôminos ou somente com os que se interessarem. E no caso dos condomínios horizontais, cada imóvel pode ter o seu próprio sistema individual.

Isso é viável graças a legislação e a tecnologia On-grid. Com essas, um único sistema pode gerar energia para mais imóveis e há a geração de créditos, que ficam acumulados junto à concessionária. Havendo necessidade, ele será repartido entre os imóveis.

Como funciona a energia solar

O passo a passo da energia solar envolve, basicamente, 4 etapas:

1 – O Painel Solar reage com a luz do sol e produz energia elétrica (energia fotovoltaica), encaminhada ao inversor.

2 – O inversor solar converte a energia solar dos painéis (gerada em corrente continua – CC) em energia elétrica de corrente alternada (CA). Assim, essa energia poderá ser utilizada em toda sua casa ou empresa. Por exemplo, nos aparelhos eletrônicos, chuveiros, lâmpadas etc.

3 – A energia que sai do inversor solar vai para o “quadro de luz”. Dali é então distribuída para o imóvel.

4 – A energia produzida pelo sistema fotovoltaico que não for consumida entrará automaticamente na rede elétrica da concessionária através do relógio de luz bi-direcional. Essa energia ficará como crédito para o cliente pelo prazo de 60 meses. Esse crédito supre a necessidade de consumo dos períodos noturnos ou quando há algum aumento no consumo, por exemplo.

Quanto é possível economizar

Os sistemas fotovoltaicos bem planejados conseguem reduzir a conta de luz para o mínimo. Eles são planejados de maneira personalizada e a economia é proporcional ao consumo. Quanto maior o consumo, mais dinheiro será poupado. Simule online e veja a sua economia com Energia Solar.

Mas uma conta básica pode ajudar você a ter uma ideia da economia que pode alcançar. Em média, esse mínimo (varia de concessionária para concessionária) é de R$35, no monofásico, R$65, no bifásico e de R$120, no trifásico. Então, é só você reduzir esses valores da quantidade que hoje paga na conta de luz. Essa será a sua média de economia mensal.

Economia a longo prazo

Fez a conta anterior? Então agora multiplique ela por 12 meses e veja a sua economia anual. Multiplique por 3 e veja a economia em três anos. Multiplique por 25 anos… Isso mesmo. A vida útil das placas solares pode ultrapassar os 25 anos. Ou seja, a economia com um sistema fotovoltaico é a longo prazo. É possível reduzir a conta de luz e ver o dinheiro do condomínio render. E a rentabilidade é superior a muitos dos investimentos do mercado financeiro. Confira mais nesse link.

Como instalar energia solar em condomínios

Os sistemas são personalizados, planejados para atender a necessidade de consumo de cada projeto. Portanto, a melhor dica é contar com a ajuda de uma empresa especializada. Isso porque é preciso analisar alguns fatores, tais como: índice de radiação no local; posicionamento da luz solar; possíveis zonas de sombra; inclinação adequada do local onde será instalado; média de consumo anual; potência; qualidade das instalações elétricas; dentre outras. E aqui não há espaço para erros. Lembre-se, estamos lidando com eletricidade em alta tensão. Portanto, é preciso conhecimento.

Peça uma consultoria gratuita para saber mais sobre a instalação da Energia Solar.

Peça seu Orçamento

 

Energia renovável e sustentabilidade

Já ouviu falar da arquitetura inteligente, arquitetura sustentável e/ou arquitetura verde? Pois essas são tendências atuais no mundo da construção civil e a Energia Solar é uma das formas de implementação dessas atividades. Fonte renovável e limpa, que traz benefícios ao meio ambiente, ela é uma oportunidade de fazer dos edifícios um lugar de impactos socioambientais positivos.

Quanto custa

O sistema é personalizado.  Com isso, o preço da energia solar varia de acordo com o tamanho do sistema. E hoje há diversas possibilidades de pagamento, incluindo financiamentos em até 60 meses.

Uma vantagem para o caso dos condomínios é que o preço é rateado entre os usuários. Ou seja, ele tende a ser menor do que o investimento individual.

Quer saber o preço que ficaria a Energia Solar do seu condomínio? E sobre o financiamento em até 60 meses? Acesse.

 

Veja também…

Conheça 5 projetos de Energia Solar em Juiz de Fora.

Cinco filmes de Energia Solar que você precisa assistir.