v9q4t6fuw96carh2767v4vmt20xu3s

Sistema de energia solar fotovoltaica estima economia de R$ 250 mil por ano a produtor rural

energia-solar-fotovoltaica-fazenda

A Bolsa de Valores, o Tesouro Direto ou a tradicional caderneta de poupança já não são mais as únicas formas de investimento dos dias atuais. Hoje, quem busca aplicar seu dinheiro, principalmente de forma segura, pode – e deve – pensar fora da caixa e buscar novas alternativas. Exemplo disso é o Estado de Goiás, o quarto maior produtor de soja do país, onde fazendeiros estão apostando suas fichas em formas de energia renovável.

Nas áreas rurais, a pouca oferta de energia elétrica tradicional soma-se à economia gerada por um sistema de energia solar fotovoltaica, apresentando dados que asseguram o investimento. Em Jataí, no interior do estado, o consumo de um produtor chegava à marca de R$ 250 mil por ano – valor destinado apenas aos sistemas de irrigação, secadores e ar-condicionado.

Em 2016, o fazendeiro decidiu construir uma miniusina que, hoje, conta com 1.152 placas solares, capazes de produzir 305KWh. O investimento chegou a R$ 1,6 milhão, que deve apresentar um ponto de equilíbrio nos próximos dois anos. Anualmente, a economia chega a R$ 250 mil.

Vale lembrar que, recentemente, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs que a produção de energia solar fosse taxada, alegando a necessidade de compensar o investimento feito na construção e a manutenção da rede de distribuição, especialmente na área rural. O projeto, que ainda está em discussão, já foi duramente criticado por governadores e pelo presidente Jair Bolsonaro.

Conheça outras vantagens da energia solar rural

Além da economia, logo nos primeiros anos, é possível observar o retorno do investimento em energia solar, principalmente na zona rural. Os painéis fotovoltaicos possuem vida útil média de mais de 25 anos, sempre com eficiência. Isso significa que os custos com manutenção e renovação do material são reduzidos. A preservação consiste apenas na limpeza regular dos módulos.

No agronegócio, a instalação de um único sistema de energia solar pode gerar eletricidade para outros imóveis, abatendo os valores de mais de uma conta de luz. O controle de gastos, somado à responsabilidade social e ambiental com uma fonte renovável e limpa, traz mudanças muito positivas para a rotina dos produtores rurais. E tem mais: aumento da competitividade e imunidade às altas tarifas. Ficou interessado? Simule sua poupança e solicite um orçamento!

Simule sua Economia

Fonte: Canal Rural